E-familyblog
SEARCH THIS BLOG |  SEARCH ALL BLOGS |  DENOUNCE THIS BLOG |  NEXT BLOG    |  Create a Blog |  E-familyblog  


Temas
Planejando a gravidez
Gravidez
Maternidade
Creche e Educação
Depressão Pós-parto
Endometriose
Minha História
Parto e Pós-Parto
Amamentação
Desenvolvimento Infantil
Fertilidade Masculina
Alimentação do Bebê
Enxoval e Festas
Saúde do Bebê
Variedades
Hormônios
Ovários Policísticos
Mulher e Adolescência
Blog e Promoções
Sono e Rotina do Bebê
Meu outro Blog
Página Principal


Os meus Atalhos
Utilidades (calculadoras, testes...)




Blog Da Fertilidade à Maternidade!

E-familynet.com Ticker
Blog Da Fertilidade à Maternidade!


[28/01 19:00]
Gravidez: Desenvolvimento semanal!

A duração da gestação é de 40 semanas, 10 luas ou 280 dias. A contagem em meses pode ser usada para orientar as pessoas que convivem com a gestante mas, é imprecisa para determinar a data real do nascimento do bebê.

Portanto, os obstetras e a ultra-sonografia a calculam sempre em semanas e não por meses. Além disso, a contagem é feita com base na data da última menstruação, ou seja, duas semanas antes da ovulação. Para um melhor entendimento. Quando o óvulo e espermatozóide se encontram, dando origem à mais fantástica história de todos os tempos, formam uma célula ovo, que vai passar por sucessivas transformações até o nascimento do bebê. Enquanto isso, o corpo da mãe também se altera para acomodar o novo ser que cresce ali dentro. Acompanhe agora, semana a semana, esta maravilhosa evolução.

ATENÇÃO: O início e término de cada fase e os sintomas da gravidez, bem como o desenvolvimento do bebê descritos no texto abaixo, podem sofrer pequenas alterações de uma gravidez para outra.

3a e 4a Semanas após a data da última menstruação

Nas duas primeiras semanas após a fecundação, levando-se em consideração que esta ocorreu na data ovulação, oque será um futuro ser humano, é apenas um acúmulo de células que dará origem a um embrião. Mesmo neste estágio mais primitivo do seu desenvolvimento, ele não é um monte de células desordenadas, e sim, um ser com capacidade de força de formação própria e toda uma individualidade que se manifestará logo depois com particularidades básicas. Nesta primeira fase de desenvolvimento, o minúsculo ser encontra-se com cerca de 0,2 mm e é composto de uma finíssima placa incolor. Após a fixação na parede uterina, o ovo, por ser um tecido estranho ao organismo da mãe , já que contém componentes celulares do pai, poderia ser eliminado. Mas esta rejeição é impedida por ele mesmo, que produz substâncias especiais que atuam sobre o sistema imunológico da mãe. Como se vê, mesmo antes do teste de gravidez dar positivo, deve haver simultaneidade de fatores fisiológicos adequados. E isso, por si só, é uma primeira garantia para a mamãe, de que seu bebê vai se desenvolver de uma forma sadia.

No início da gestação, tudo é sabiamente controlado pela natureza no que diz respeito ao ponto de vista físico. Portanto a mamãe pode influir pouco nesta fase. Só em casos de mulheres que têm qualquer dificuldade para prosseguir com a gravidez, é que se deve evitar esforços físicos extremados que poderiam prejudicar a fixação do óvulo na parede uterina.

 

5a Semana

Entre o final da quarta e início da quinta semana, o corpo da mamãe começa a acusar ligeiras modificações, fazendo ela desconfiar de que está grávida: seus seios aumentam de volume, a cintura começa a engrossar e o hormônio específico da gravidez (HCG) já está circulando em seu organismo, podendo ser detectado através de certos exames. Por enquanto nada de barriga. Mas, quando a menstruação atrasa, confirma-se o grande acontecimento. Enquanto isso, a placenta, fonte de alimento do bebê até seu nascimento e os primeiros esboços do cérebro e do coração, começam a se formar. Ao final desta semana, apesar de não parecer com nada, o embrião mede 2 mm, já tem o tubo neurológico e pequenos brotos que darão origem aos membros.

6a Semana

O cordão umbilical está construído e o embrião mede 6 mm, tem um corpo com uma cabeça, um tronco e uma calda. Apresenta rudimentos do cérebro, da espinha e do tubo digestivo e seu sistema nervoso começa a se formar. Além disso, em torno do quadragésimo segundo dia, seu coraçãozinho ainda rudimentar começa a bater.

7a Semana

Nesta semana, o bebê ainda é considerado um embrião e mede aproximadamente 1 cm de comprimento. A coluna vertebral é a primeira coisa que se desenvolve e, nesta fase, aparecem as bases do cérebro e da medula espinhal. Surgem pela primeira vez movimentos bruscos e espontâneos e a partir deste momento o embrião responde ao toque com movimentos amplos e generalizados.

8a Semana

Os seios da mamãe continuam a crescer, preparando-se para produzir o leite. Tornam-se pesados, quentes, dolorosos e cheios de veias azuladas. A região em torno do mamilo (aréola) começa a escurecer e podem ali, surgir pequenos nódulos. O embrião ganha algumas formas e mede 1,5 cm.

Embora ainda não se note a barriga, ele está se desenvolvendo bastante. Neste estágio, já é possivel perceber o ínicio da formação do boca e da área dos olhos, da mesma forma que os gomos dos braços e mãos. As células do sangue são formadas e o coração, apesar de ser um pequeno tubo, já bate de 140 a 150 vezes por minuto, duas vezes mais que o de sua mãe. Além disso, o vínculo entre o embrião e a mãe se torna mais intenso, pois os vasos sangüíneos que unem o cordão umbilical com a placenta, aparecem. É necessário salientar que a partir desta etapa os aparelhos respiratório, circulatório e digestivo do bebê, entram em formação. Portanto é uma fase muito importante para ele.

9a Semana

A partir desta semana, o embrião passa a ser considerado um feto, com aproximadamente 3 cm de comprimento. O cérebro cresce tão intensamente que a cabeça se torna desproporcional ao tronco e as partes internas dos ouvidos e dos olhos são formadas, assim como os dois buraquinhos que dão origem as fossas nasais. As curvas sobre as quais se formarão os dedos das mãos e dos pés já podem ser notadas e os intestinos e os pulmões já estão quase totalmente construídos.

10a Semana

No fim da décima semana, o feto, embora ainda pareça um peixinho de aproximadamente 4 cm e 1g de peso, seus órgãos genitais, as articulações principais dos ombros, dos cotovelos, da bacia e dos joelhos já são visíveis e os órgãos internos já estão em seus devidos lugares. Além disso, a coluna vertebral ganha suaves movimentos e a língua, a laringe e a tiróide começam a se formar. O feto, nesta fase, começa a movimentar a cabeça, os braços e os troncos e responde também às mudanças de posição de sua mãe. Se alguma coisa tocar seu rosto, ele já consegue esticar os braçinhos para afastá-la.

11a Semana

Finalmente a barriga começa a crescer. Não apenas o útero aumenta de volume para acompanhar o crescimento do feto, mas outros órgãos, como o coração e os rins, trabalham em dobro para suprir as necessidades do pequenino. A partir de agora, apesar da mãe não poder notar, o feto começa a se movimentar um pouco mais, o sistema auditivo já está desenvolvido e as extremidades das mãos e pés crescem com rapidez. O pequeno ser está medindo, mais ou menos, 5 cm e pesa 11g.

12a Semana

A respiração da mãe fica mais acelerada, a digestão mais lenta (causando, às vezes, prisão de ventre) e começa uma vontade freqüente de urinar. Os enjôos são uma resposta do organismo à verdadeira revolução hormonal que está ocorrendo lá dentro. Em virtude desses hormônios, pode haver mudanças na pele e as gengivas podem amolecer, razão para redobrar os cuidados com a dentição. A cabeça do feto ainda é grande em relação ao corpo, ele já pesa 12g e mede em torno de 6 cm. Nesta fase, seus olhos estão bem definidos e as partes externas do ouvido começam a crescer. Apesar dos dedos serem unidos por uma membrana de pele, já é possível distingui-los.

13a Semana

Na décima terceira semana, o feto está com 13,5g e mede 6,5 cm . O coração, ainda pequeno, já é responsável pelo bombeamento de sangue para todas as partes do corpo. No final desta etapa, todos os órgãos internos estão totalmente construídos e funcionando. Agora o feto é capaz de movimentar todas as articulações de um braço ou de uma perna. Além de chutar e virar os pés, dobra os dedos, franze a fronte, abre a boca, coça a cabeça, faz caretas e esfrega os olhos. Seus pulmões expandem-se e contraem-se como se estivesse ensaiando para quando precisar deles no momento do nascimento
 

14a Semana

Nesta semana, com 7,5 cm e pesando 15g , o feto pode sugar e engolir o líquido aminiótico. Os dedos das mãos estão completamente formados e as unhas começam a surgir. Os músculos também começam a se desenvolver e conseguem se coordenar com o cérebro


15a Semana

Início da época de ouro da gravidez: livre dos enjôos, com uma barriga discreta e longe do risco de aborto. A mãe começa a notar que está ganhando peso nas nádegas e que sua transpiração está mais abundante do que o normal (pela quantidade extra de sangue circulando em seu corpo). A partir de agora é que ela vai sentir as primeiras "pontadas" e perceber, de fato, a existência do pequeno ser. A essa altura, o feto já começa a chupar o dedo, suas feições se individualizam e as expressões faciais começam a ficar evidentes. No final desta semana ele estará pesando 28g e terá aproximadamente 8,5 cm. Além de respirar, é capaz de movimentar as pernas juntamente com os braços. O mais impressionante é que, ele começa a apresentar expressões faciais de agrado e desagrado.
 

16a Semana

Nesta semana, já é possível escutar o coração do feto com um sonar. Além disso, nesta etapa, o feto ganhará peso, passando a 65g e medirá 10,5 cm. Seus músculos principais começam a responder aos estímulos cerebrais e ele já consegue mexer os dedos, dobrar os braços e abrir e fechar os punhos. Agora ele também começa a desenvolver o sentido do paladar. Isso porque, nesta idade, as papilas gustativas já estão desenvolvidas e surgem as primeiras preferências: o feto faz caretas e pára de engolir quando uma gota de qualquer substância amarga é introduzida no líquido aminiótico, enquanto uma gota de substância doce, provoca a aceleração da ingestão do líquido. Ele reage da mesma forma à nicotina e ao álcool ingeridos pela mãe, com o que evidência o desagrado que lhe causam.
 

17a Semana

Na décima sétima semana, o feto já começa ouvir ruídos e a distinguí-los do som da voz de sua mãe. Portanto é importante que, a partir desta fase, a mãe converse bastante com seu filho. Esta conversa deve ser de uma maneira suave e carinhosa, pois influenciará diretamente na sua fala e escuta. Da mesma forma com que ele identifica a voz da mãe, consegue identificar tipos de música. Quanto mais violentas, maior será seu desagrado: os pontapés são reações pelas quais ele comunica esse desagrado. Portanto, aconselha-se que se coloque para escutar, músicas clássicas. De preferência de compositores como Vivaldi e Mozart. Situações traumáticas ou desastres naturais vividas pela mãe, também atingem o estado emocional do feto. Neste estágio, o feto se movimenta muito. As extremidades e as articulações estão totalmente formadas e os músculos começam a ficar mais fortalecidos. Além disso, o pequeno ganha uma penugem muito fina sobre o corpo, os cílios e as sobrancelhas começam a crescer e os dedinhos adquirem impressão digital. Um marco importante neste período é a definição do sexo. Apesar de ser determinado no momento da fusão dos núcleos do óvulo e do espermatozóide, é só agora, através da primeira ultra-sonografia, que dá para o médico identificar se o feto é um menino ou uma menina. Isso porque no início, as glândulas sexuais são iguais: um pequeno broto entre as perninhas. Com o passar do tempo, nos meninos, as duas partes do órgão genital crescem juntas para formar o pênis. E os testículos já mostram os canais em que o erperma vai se desenvolver. Nas meninas, essa mesma membrana se abre em duas partes para formar a vagina. Os ovários se formam e, por incrível que pareça, já armazenam os 500 mil óvulos que a mulher vai liberar durante toda sua vida, e que darão origem a novos seres humanos. Do final desta semana, até o término da gestação, o feto se limitará a crescer em tamanho. Da mesma forma, seus órgãos vitais, pouco a pouco, irão amadurecer o suficiente para permitir que o pequeno viva como um ser independente. Agora o feto pesa 100g e mede 16 cm de comprimento.
 

18a à 20a Semana

O útero da mãe, em dilatação começa a empurrar os pulmões para cima e a barriga para a frente, mas o peso não incomoda muito, por enquanto. Nessa fase até as mães de primeira viagem conseguem perceber os movimentos dos braços e dos pés do feto, como pequenos golpes abaixo da costela. Os ossos e unhas do feto começam a endurecer, a pele adquire uma coloração rosada (até então era fina e transparente) e os dentinhos começam a se formar nos maxilares. No final da vigésima semana, o feto pesa aproximadamente 300g e mede 24 cm.
 

21a à 24a Semana

À medida que o abdômen cresce, o peso aumenta, e a mãe começa a se sentir mais cansada. As pernas às vezes incham no fim do dia e câimbras podem atrapalhar seu sono. A coluna tende a curvar-se para frente, acompanhando a barriga, por isso as costas ficam doloridas. Também é nessa época que surgem cloasmas (manchas de gravidez), por causa da deposição da melanina. Por outro lado a vagina está mais elástica e úmida, o que a deixa mais sensível. A partir da vigésima terceira semana, o feto começa a sonhar. Sonhar é importante; é um meio de elaborar experiências internas. Durante o sono com sonhos, observa-se alterações nas expressões faciais que revelam perplexidade, desprezo, ceticismo ou divertimento por meio de caretas, choramingos, soluços, sorrisos, alteração do ritmo dos batimentos cardíacos, e mudanças bruscas de posição dos membros e do corpo. Com vinte e quatro semanas de vida, o feto ainda não acumulou depósitos de gordura, por isso, é delgado. Mas o corpo continua crescendo e agora já mede 30 cm e mede 700g. Seus membros, tórax e cabeça já são perfeitamente visíveis à ultra-sonografia.

25a à 28a Semana

Finalmente a cabeça do feto está mais proporcional ao corpo. No final deste estágio, surgem, no feto, alguns depósitos de gordura e ele ganha uma gordura espessa, denominada vernix, para evitar que sua pele fique saturada de líquido aminiótico. Seus pulmões estão alcançando a maturação necessária e, por isso, se o pequenino nascer neste período, já poderá respirar. Além disso, ele já consegue piscar os olhos e dar muitas cambalhotas. Pesa em torno de 1,5 Kg e mede aproximadamente 35 cm de comprimento.
 

29a à 32a Semana

Nesta fase a barriga da mãe já tem um tamanho considerável. Como o peso é bem maior, aumenta o risco de varizez e edemas (inchaços) nos pés, mãos e rosto. Isso acontece porque há uma grande quantidade de sangue circulando pelas veias e seu retorno ao coração nem sempre é fácil. Ao entrar na trigésima segunda semana, o bebê chega a quase 40 cm, pesa por volta de 1,7 Kg e seus movimentos são sentidos a todo instante. Além disso, ele começa a ficar mais próximo da posição de parto. Em 90% dos casos, sua cabeça se encontra em direção à pélvis.

33a à 36a Semana

Agora a barriga da mãe incomoda muito, especialmente na hora de dormir. Seu organismo trabalha feito louco: é gasto 20% a mais de energia para respirar e realizar todas as funções normais. Quanto ao feto, cada vez tem menos espaço para se mexer, por isso empurra tudo o que está pela frente, causando uma dorzinha aguda na costela. Podem surgir dores também na coluna, osso pubiano e quadris, decorrentes do excesso de peso. O pequenino está quase pronto para nascer. Na trigésima sexta semana, o feto estará com aproximadamente 2,7 Kg e 46 cm. A íris de seus olhos é azul. No caso dos meninos, os testículos começam a descer e o pequeno de movimenta com mais freqüência , dando mais chutes.


37a à 40a Semana

Iniciam-se os preparativos para o parto: o útero começa a empurrar a cabeça do feto para baixo e ele vai penetrando na bacia. Com isso a barriga da mãe desce um pouco, deixando livre o diafragma: portanto dá para ela respirar com maior facilidade. Com quarenta semanas, o bebê está pronto para nascer. Normalmente pesa 3,4 Kg e mede entre 49 e 51 cm. O vernix, que antes cobria todo seu corpo, agora se restringe apenas ao pescoço, às axilas e à virilha. Além disso, seus olhos ficam abertos quando ele está acordado e o sapequinha já consegue distinguir a luz. Depois de quarenta semanas sentindo, carregando e amando um ser tão especial, finalmente a nova mamãe conhecerá, de perto, esse companheiro de nove meses e tudo aquilo que era mistério se revelará.

Fonte: http://www.directsaude.com.br/saudagestante/gestacao.asp


Trackbacks

TRACKBACK URL: http://www.e-familyblog.com/trackback/16129

Comentários
re: duvida
Oi querida, se vc teve uma alteração considerável de fluxo, melhor fazer um teste de gravidez. Bj, Alê
Escrito por: | 30/03 21:30

re: Teste de grávidez
Oi querida, pelo valor do beta vc deve estar de umas 5 semanas. Parabéns! bjs, Alê
Escrito por: | 29/03 4:19

duvida
minha ultima menstruação 21/02 veio só um dia e agora está atrasado faz três dias sinto um pouco de enjoou e um desconforto abdominal a possibilidade de eu estar grávida
Escrito por: silmara | 29/03 0:56

Teste de grávidez
fiz o teste de farmácia deu positivo fiz o bhcg quantitativo e deu 4.240 só que não condegui marcar médico pra esse mês só dia 29 do mês que vem e queria saber com quantas semanas de grávidez. me responda por favor. bjus
Escrito por: andresa | 25/03 22:19

re: Duvidas
Querida, é o q teu médico te explicou mesmo, só vai dar pra visualizar o coraçãozinho na próxima us, aí vc vai ficar tranqüila. Bj, Alê
Escrito por: | 21/03 14:10

Duvidas
Bom dia Alê, é a primeira vez q entro no seu blog... minha dúvida é a seguinte estou com 5 semanas de gestação fiz a ultra e só viu o saco gestcional... o médico disse q é por que esta muito recente, disse tbm q o tamanho esta normal 9,2mm. mais mesmo assim estou aflita e com medo de não esta normal. ele pediu para repeti daqui a 15 dias!!! Bjus e obrigada
Escrito por: Silvana | 19/03 11:49

re: A dor da Perda!
Oi amada, sinto muito querida, imagino tua dor. Mas fico feliz de vc não estar pensando em desistir. Com certeza tua estrelinha precisa passar por isso aqui e agora está feliz lá no céu por vc ter sido, mesmo q por pouco tempo mãe dele. Respira fundo amiga, e se precisar chorar chore, pra aliviar essa dor, mas acredite que vai tudo ficar bem e que vc logo vai conseguir novamente e teu bbzinho virá cheio de saúde. Conte comigo, um grande bjo no coração e muita força, Alê
Escrito por: | 16/03 18:45

re: Dúvidasss...
Oi querida, olha como é sal de frutas, acredito q não tenha problema, mas como pode ter algum composto ou até corante, melhor dar uma ligadinha pra tua médica pra perguntar. Na próxima consulta peça pra ela te dar uma listinha do que vc pode tomar em caso de enJôo, gases, má digestão, febre, azia, assim vc tem uma segurança e sabe o que fazer caso tenha algum desses sintomas. Até vc falar com a tua médica tome chá de erva doce pra aliviar, melhor não arriscar. Bj, Alê
Escrito por: | 15/03 22:21

A dor da Perda!
Oi amiga, gostaria muito de agradecer por me esclarecer cada duvida q tive. E te dá os parabéns pelo excelente Blog! Ontem dia 14/3 perdi meu bb ia fazer 2 meses de gestação. Minha estrelinha cadente partiu e deixou um enorme vazio e muita dor. Estou em casa tomando Methergin de repouso... A medica achou melhor assim ja que o meu Organismo estava expulsando. Domingo agora dia 21/03 tenho que ir ao hospital fazer mais uma Ultra p/ verificar se o colo do utero esta limpo. Caso nao nesse mesmo dia me interno p/ fazer a Curetagem. Mais Deus é Grande Alê ele vai me livrar desse sofrimento. Choro sem parar, e vivo me perguntando o porque disso? Tenho um filho lindo de 3 anos e é nele que encontro forças. a Gravidez começou com pequenos sangramentos até que Domingo piorou e veio a Perda! Apesar da Dor que estou sentindo, Sou GUERREIRA e não vou desistir. Bem mais p/ frente quem sabe... Só um medo que invade a minha mente... acho que faz parte por conta do que passei. Entrego nas maos de Deus se ele achar que pode me presentear novamente serei muito grata. Aqui eu termino com uma enorme dor. Torça por mim amiga!!! bjs
Escrito por: Patricia | 15/03 14:27

Dúvidasss...
Oi Alê boa tarde. Sou a Paty e estou grávida de quase 12 semanas. Sempre que como um pouquinho além, sinto uma dificuldade imensa na digestão. Tenho a sensação que a comida demora muito mais pra digerir. A minha dúvida, pode tomar eno pra auxiliar na digestão? Há algum risco? Sei que todo medicamento deve ter orientação médica, mas o Eno requer esses cuidados? Obrigado pela atenção. Beijos Paty
Escrito por: Paty | 14/03 18:21

re: ajudaaa
Oi Vivi, não influencia não, mas é importante fazer um exame de sangue pra ter certeza, se der negativo, aí é preciso fazer um utrassom e um exame de progesteron pra avaliar porque vc não menstruou ainda. Bj, Alê
Escrito por: | 07/02 13:19

re: Gravidez
Oi luiza, se o fluxo foi normal, as chances são muito pequenas, o fluxo pode variar de um ciclo para o outro dependendo das alterações hormonais. A vontade de fazer xixi, pode ser um infecção urinária ou mesmo ansiedade. Mas se vc tem  dúvidas o melhor é fazer um teste pra tirar a dúvida, se der negativo e a questão da urina continuar consulte o médico. Bjs, Alê
Escrito por: | 06/02 15:24

ajudaaa
ola ale ... minha pergunta é será que o facto de ter bebido 1 litro de agua pode influenciar o teste de gravidez..? minha menstruaçao esta atrazada dois meses , fui no pronto secorro e lá me fizeram o teste da urina so k eu bebi um litro d agua para fazer xixi e o teste deu negativo.. o facto e k estou fazendo mt xixi , tendo muita fome , muito currimento e quando acordo tenho dor de seios .. será k ainda pode ser gravidezZ??? mi ajuda amiga
Escrito por: vivi | 03/02 17:18

Gravidez
Oi Alê, preciso de uma ajuda, Minha menstruação estava atrasada a 10 dias e veio na semana passada. Ela veio normal, igualzinha como sempre. Só que passados 2 dias depois que ela terminou, começou a me dar uma vontade constante de fazer xixi, e quando eu vou nao sai quase nada. Sera que tenho chance de estar gravida? ou oq pode serr? Obrigaado beijos
Escrito por: Luiza | 03/02 12:36

re: Tudo bem
Q bom q está tudo bem querida, realmente não é fácil segurar a ansiedade. Tomara q vc consiga logo. Bjs, Alê
Escrito por: | 29/01 15:14

re: Ajuda...
Oi Lara, seja bem vinda! É normal o ciclo desregular após parar o AC sim, pode não acontecer logo q pára, é normal até uns 6 meses depois, o fluxo tb pode ficar alterado por um tempo. Pelo q vc relata, dia 21/12 foi  a menstruação mesmo. Esse ciclo vc começa a contar do dia 22 sim. Ainda é complicado afirmar por cálculo qual deve ser teu período, mas supondo que vai ser + ou - como o outro, deve ser de 32 dias e teu período fértil entre o 13o e o 19o dia do teu ciclo. Mas como ainda pode variar o bom é manter relações regulares, umas 3x por semana, durante todo o ciclo e intensificar mais nesse preíodo q te falei. Qnto a ir a médica, é importante q vc faça exame pré-gestacionais (hormônios, ultrassom, clamídia, rubéola, toxicoplasmose, ...), ah claro, e tomar ácido fólico sempre. Bjs, Alê
Escrito por: | 29/01 11:39

Tudo bem.
Oi Alê, tudo bom? Só dei uma passadinha hoje pra te contar. Ontem fui a minha GO, pois como havia te dito não tomo AC desde o dia 17/12 fiz o exame preventivo e ela me examinou e disse que eu devo ovular nos proximos dias e que esta tudo bem com minha saúde, que ao exame clinico esta tudo na mais perfeita ordem e os exames hormonais que havia feito em no mês 10 ainda estão valendo, pois todos deram resultados sem nenhuma alteração, segundo ela posso até engravidar neste ciclo mesmo. Tô tentando ficar tranquila mas é tão dificil conseguir ficar tranquila e não pensar quando se quer engravidar. Agora vamos treinar bem nos próximos dias. Bjus espero conseguir postar a boa notícia logo.
Escrito por: Rosângela | 29/01 11:13

Ajuda...
Alê, boa noite, td bem? Já que Goya não está mais com blog, vc pode me ajudar? Vou resumir minha estória para ver se vc pode me ajudar/orientar! Eu mesntruei de 08 a 11/12/2009 (meu ciclo era de 28 dias), pelos meus cálculos, meu período fértil seria a partir do dia 18/12 a 24/12. Eu estava tomando anticoncepcional regularmente (há +- 3 anos) e no mês de dezembro, tomei apenas 1 semana (de 12 a 17/08) pois minha médica liberou para eu tentar engravidar... Dessa forma, tive relação nos dias 18, 19 e 20, porém do dia 21 até 23/12 eu "menstruei", na verdade não sei se foi menstruação mesmo (pelo que me disseram foi um sangramento irregular), pois pelos meus cálculos ainda não era para menstruar. Aguardei chegar o dia que eu deveria menstruar de fato, que seriam dos dias 05 a 08/01, porém a mestruação não veio, por curiosidade fiz o exame de farmácia e deu negativo. Aí, comecei a achar que a 2ª "menstruação" de dezembro deveria ser considerada como meu novo ciclo, dessa forma a menstruação deveria acontecer de 18 a 21/01 e ela atrasou mas chegou em 22/01 até 25/01, senti os mesmos sintomas que sempre sinto quando menstruo, forte com dores de cabeça, etc. Pelo que vi e li em alguns lugares, quando a mulher para de tomar o anticoncepcional, o ciclo pode desregular um pouco, é verdade? Será que agora meu ciclo novo é esse (22/01)? Será que é necessário ir à médica ou aguardo o novo ciclo? Pelas minhas contas meu peíodo fértil será de 01/02 a 08/02, é isso mesmo? Aguardo notícias suas! Obrigada, Lara
Escrito por: Lara | 28/01 22:05


* Os comentários foram desativados devido a um problema no sistema! Se quiser entrar em contato envie uma mensagem para nossa Página no Facebook, ou por e-mail anunesbf@gmail.com. :)



* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!

Blog Da Fertilidade à Maternidade no Facebook!



Link-Me!


Parceiros:
* Se vc quer entrar nesse painel, entre em contado!

Da Fertilidade à Maternidade no Facebook



FeedSearch - Feeds RSS e Atom
A service of e-familyblog.com, powered by E-familynet Networks