E-familyblog
SEARCH THIS BLOG |  SEARCH ALL BLOGS |  DENOUNCE THIS BLOG |  NEXT BLOG    |  Create a Blog |  E-familyblog  


Temas
Planejando a gravidez
Gravidez
Maternidade
Creche e Educação
Depressão Pós-parto
Endometriose
Minha História
Parto e Pós-Parto
Amamentação
Desenvolvimento Infantil
Fertilidade Masculina
Alimentação do Bebê
Enxoval e Festas
Saúde do Bebê
Variedades
Hormônios
Ovários Policísticos
Mulher e Adolescência
Blog e Promoções
Sono e Rotina do Bebê
Meu outro Blog
Página Principal


Os meus Atalhos
Utilidades (calculadoras, testes...)




Blog Da Fertilidade à Maternidade!

E-familynet.com Ticker
Blog Da Fertilidade à Maternidade!


[23/02 16:14]
Quando é possível ter certeza do sexo do bebê?!

Escrito por Dra. Julieta Quayle

A identificação do sexo do bebê antes do nascimento é feita através do exame de ultrassonografia. Normalmente, um examinador experiente consegue visualizar e identificar o sexo fetal — o sexo do bebê — nesse exame a partir de 15 semanas de gestação. Assim, quanto maior a experiência do profissional na realização desse exame e maior o tempo de gestação, maior a probabilidade de ele conseguir visualizar e identificar corretamente o sexo do bebê. Todavia, é importante lembrar que essa data (15 semanas) não é uma referência fixa: às vezes, dependendo da posição do feto durante o exame, é impossível visualizar a região genital até o final da gravidez, independente dos esforços do profissional e da vontade dos pais. Em gestações gemelares (de gêmeos) essa visualização também pode ficar mais difícil.

Muita expectativa em relação a um sexo pode gerar frustrações?

Como em tudo na vida, expectativas exageradas em relação ao sexo do bebê podem nos levar a frustrações. Podemos ter nossas “preferências”, nossos desejos no que se refere ao nosso filho(a), essa criança em gestação que já carrega o fardo de nossas fantasias, do que “vai ser quando crescer”, sua personalidade, jeito de ser, etc.

Mas é importante, como em qualquer outra situação na vida, que deixemos um espaço para o inesperado e para a realidade. Não podemos esquecer que o sexo dessa criança é só um “pedaço” de nossas expectativas: elas não se limitam à questão do sexo, do gênero, da identidade sexual desse ser.

Pode ocorrer que essa criança tenha o sexo que “sonhamos”, mas que a cor de seus olhos não corresponda ao que desejávamos. Ou, o que é ainda mais complicado, que tudo seja “do jeitinho que eu queria”, mas que ele ou ela sejam mais ou menos calmos, ou brincalhões, ou espertos do que aquilo que gostaríamos que eles fossem. Nosso filho não vem ao mundo somente para ser a expressão de nossos desejos e realizar os nossos sonhos, não é mesmo?

Por outro lado, frustrar-se é parte da vida. Não adianta fazer de conta que não temos desejos ou preferências. Nós os temos, e muitas e muitas vezes não conseguimos realizá-los. O importante é: como lidamos com as frustrações. Sentimos raiva? Culpamos o mundo? Os parentes? O bebê? O médico? Ou reagrupamos nossas energias, examinamos a situação, avaliamos com cuidado e fazemos novos planos?

O diagnóstico pode ser falho?

Às vezes o profissional se engana em relação à identificação do sexo fetal, seja por falta de experiência ou porque, como dito antes, a visualização está difícil por conta da posição do feto no útero. O importante, nessas situações, é o médico deixar claro que se trata de uma aproximação. De qualquer forma, sempre existe uma margem de erro que é preciso ser considerada pelos pais ao fazerem planos para seus bebês. Atualmente, em virtude da formação dos profissionais e dos avanços tecnológicos, essa margem de erro é muito pequena, mas oscila ao redor de 1%.

Existem algumas crenças que predizem o sexo do bebê, como o tamanho da barriga, o tipo de desejo da gestante, etc. Isso é possível?

As pessoas gostam de prever as coisas e acreditar que, assim, controlam o futuro. Nada é assim simples. Mas as crendices se fazem presentes como forma de lidarmos com as incertezas da vida, principalmente em situações que para nós são importantes. Claro que isso depende também do jeito de ser, da religião, da cultura de cada um de nós, de nossas crenças, enfim.

No caso de “prever o sexo do bebê”, essas crendices eram muito importantes na época em que a ciência não dispunha de meios para fazer esse diagnóstico. Como qualquer superstição, elas permanecem — afinal, superstição quer dizer “aquilo que sobrevive numa dada cultura”. Mas sua simples existência e sobrevivência através dos tempos não são garantia de precisão ou de verdade. De fato, muitas vezes as “previsões” estão corretas: aproximadamente metade das vezes, de acordo com a lei das probabilidades. E é isso que mantém as crendices vivas. Mas não faz com que elas sejam a melhor forma de lidar com as coisas.

Por outro lado, é fundamental lembrar que a identificação do sexo do bebê também tem uma importância clínica, não está aí só para satisfazer a curiosidade dos pais, pois algumas doenças, por exemplo, só acometem meninos; assim, saber com antecedência o sexo de um dado bebê pode resultar em um tratamento adequado precoce, muitas vezes ainda intraútero.

Nessas situações, quando existe a premência de se ter acesso a essa informação, existem outros exames que podem ser realizados, exames genéticos a partir do líquido amniótico ou do sangue do cordão umbilical, por exemplo, que informarão com segurança o sexo desse bebê.

Dra. Julieta Quayle é Psicóloga, psicoterapeuta e professora universitária. Orientadora credenciada pelo Fetal Medicine Foundation, de Londres. Doutora em Psicologia. Especialista em Psicologia Clínica e Hospitalar. Presidente da Associação Brasileira de Psicoterapia. CRP 06/02421. Contato: jquayle@uol.com.br

Fonte: http://idmed.uol.com.br/16/Gravidez/Bebês/expectativa-e-menino-ou-menina.html


Trackbacks

TRACKBACK URL: http://www.e-familyblog.com/trackback/17279

Comentários
Videos interessantes
Meninas, Vejam os vídeos desse link, pois são muitíssimo interessantes e não deixam duvidas. http://brasil.babycenter.com/v5201551/a-gravidez-por-dentro---menino-ou-menina
Escrito por: Eulalia Gurski | 25/04 0:53

re: sou primogesta. a eco de 21 semanas e 5 dias pode falhar?
Oi, com 21 semanas o sexo já está formado, se o médico conseguiu visualizar deve estar correto, mas leve para teu obstetra avaliar o exame. Alê
Escrito por: | 25/11 16:00

sou primogesta. a eco de 21 semanas e 5 dias pode falhar?

Escrito por: leonor | 23/11 17:07

re: posso confia
Oi Viviane, como ela não deu certeza eu te aconselharia esperar o próximo exame de ultrassom para confirmar, principalmente antes de começar a comprar o enxoval. Alê
Escrito por: | 08/08 13:05

posso confia
eu estou gravida meu bebe tava com as perna fechada mais a medica disse que e menino mais não me deu ser tesa mais repitio varias vezes que ela acha que e menino o que faço
Escrito por: viviane terezinha coelho | 06/08 15:30

re: Ultrassom com 12 semanas
Oi Ana, nessa fase ele tem 85% de acerto, então ainda não é certeza absoluta, eu esperaria a próxima para confirmar. Alê
Escrito por: | 12/07 13:00

Ultrassom com 12 semanas
Fiz uma ultra com 12 semanas e o médico me falou que é uma menina. Dizem que ele não costuma errar. Devo confiar? Ou espero outra ultra? Volto depois pra falar o que deu!!! Bjosss
Escrito por: Ana Paula | 11/07 2:29


Eu também fui médico ele Falou que era uma menina Agora ele falou que e uma menino Vou fazer outra pra ver ser vai ser mesmo gatinho ou gatinha
Escrito por: ale | 11/06 4:46

erro no ultra
não confio em ultra som pois ,fiz meu ultra com5 meses e o médico mim deu certeza q era menino ,colocou noultra sexo masculino, até colocou a setinha indicando o sexo do nénem, mas pra minha surpresa com 6 meses ,fiz outra ultra pois estava com uma dorzinha nobaixo ventre ai ,o msm médico disse tá tudobem com a sua mocinha ... fiquei indiguinada com essa situação ,achei um absurdo.
Escrito por: sheila | 23/05 19:39

re: tem como haver erro?
Nessa fase o médico já pode ter certeza sim querida, depois de 15 semanas o sexo já está formado. bj, Alê
Escrito por: | 21/03 23:08

tem como haver erro?
fiz um ultrassom com 17 semanas e o médico me deu 100% de certeza de que é uma menina, de que não tem erro.........afirmou por várias vezes.........isso é confiável?
Escrito por: alessandra | 20/03 2:23


* Os comentários foram desativados devido a um problema no sistema! Se quiser entrar em contato envie uma mensagem para nossa Página no Facebook, ou por e-mail anunesbf@gmail.com. :)



* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!

Blog Da Fertilidade à Maternidade no Facebook!



Link-Me!


Parceiros:
* Se vc quer entrar nesse painel, entre em contado!

Da Fertilidade à Maternidade no Facebook



FeedSearch - Feeds RSS e Atom
A service of e-familyblog.com, powered by E-familynet Networks